Cuidados e Manutenção do Colchão Viscoelástico

Jun 28, 2024 | PRODUTOS, QUARTO DE DORMIR | 0 comments

Cuidar adequadamente do seu colchão viscoelástico é necessário e essencial para prolongar a sua vida útil e manter as suas propriedades benéficas intactas. Neste novo artigo da Maxcolchon vamos deixar-lhe uma série de conselhos práticos para assegurar-se de que o seu modelo fabricado com material de viscoelástica se vai manter nas melhores condições possíveis.

9 Conselhos para cuidar do seu colchão viscoelástico

Tem um colchão viscoelástico, ou está à procura de um? É importante relembrar que estes colchões contam com um núcleo composto por um bloco de HR e uma camada superior de viscoelástica. Para que possa oferecer um descanso ótimo, que possa satisfazer as necessidades do dormente, este colchão deve estar bem conservado. Para manter corretamente um colchão viscoelástico, é recomendável ser cuidadoso e constante nos seguintes pontos.

1. Arejar a cama e o quarto

Cada manhã será necessário retirar a roupa de cama durante algum tempo com o objetivo de a arejar. Desta forma, o colchão viscoelástico poder-se-á libertar de todo o acumulado ao longo da noite. Uma atividade do dia-a-dia, e que irá prolongar a boa saúde do seu colchão.

Além do mais, devemos ventilar o quarto diariamente. É que abrir as janelas para permitir a entrada de ar fresco ajuda a dissipar qualquer acumulação de humidade no colchão e a melhorar a qualidade do ar dentro do seu quarto. Este fluxo contínuo de ar fresco reduz a presença de alérgenos, como o pó e os ácaros, contribuindo para um ambiente de sono mais saudável e fresco.

Como poderá comprovar, este passo tão simples como manter uma boa ventilação acaba por ser muito efetivo na hora de cuidar, quer do seu colchão, como do seu bem-estar.

2. Manter uma humidade adequada

Outro dos fatores que pode afetar de maneira significativa, quer a vida útil, como a qualidade do colchão viscoelástico, pode ser encontrado no nível de humidade. Por tudo isso, desde a Maxcolchon recomendamos a manutenção de uma humidade adequada, idealmente entre os 40% e os 60%, de modo a evitar problemas como a proliferação de ácaros e de mofo no colchão.

Seguindo esta premissa, também é aconselhável fazer uso de um humidificador ou, em alternativa, de um desumidificador, segundo o que seja mais necessário, já que isso pode ajudar a que consiga controlar e manter este equilíbrio.

Uma humidade demasiado elevada pode provocar a acumulação de humidade no colchão, o que pode originar maus odores, manchas de mofo, e incluso deformações no material. Por outro lado, uma humidade excessivamente baixa pode fazer com que o colchão fique ressequido e se deteriore mais rapidamente.

3. Resguardar o colchão de fontes de calor

Com o objetivo de preservar a integridade estrutural e a sua funcionalidade ao longo da vida útil dos colchões viscoelásticos, deveremos proceder à sua proteção contra as fontes de calor direto.

O calor excessivo pode deteriorar a viscoelástica, reduzindo a sua capacidade de se adaptar às formas do corpo e de regressar ao seu estado original. Portanto, deveremos manter o colchão afastado de radiadores, aquecedores, janelas com exposição direta ao sol e, por inerência, de qualquer tipo de dispositivo que gere certo grau de calor.

Em definitivo, e tendo em conta que devemos minimizar a exposição ao calor, é recomendável utilizar cortinas ou persianas grossas, que bloqueiem a luz solar direta durante as horas mais calorosas do dia, especialmente nos meses de verão. Além disso, assegure-se de que a base do colchão tenha uma ventilação adequada, para permitir que o ar circule livremente à volta e debaixo do colchão, ajudando assim a dissipar qualquer acumulação de calor.

4. Utilizar cobre-colchões

Isolar o colchão de líquidos e de qualquer material que penetre nele será imprescindível para o manter nas melhores condições. Aí entra em cena o papel da roupa de cama: as capas protetoras e os cobre-colchões protegem adequadamente o colchão.

Os cobre-colchões funcionam como protetores contra derrames e manchas. Estão fabricados numa variedade de materiais, incluindo opções impermeáveis e respiráveis, e que não comprometem a comodidade. Alguns incorporam até tratamentos antibacterianos e anti ácaros, oferecendo um valor acrescentado para a saúde e a higiene. Fáceis de remover e lavar, os cobre-colchões permitem a manutenção da frescura do colchão sem grandes esforços, o que contribui para uma vida útil mais prolongada e um entorno de sono mais saudável.

5. Virar o colchão seguindo as instruções do fabricante

Com o objetivo de garantir o melhor rendimento e durabilidade do seu colchão, é fundamental que o giremos segundo as indicações do fabricante, incluindo a Maxcolchon. No caso dos colchões viscoelásticos, o mais importante é identificar se contam com uma ou com duas faces habilitadas para dormir.

Portanto, naqueles com uma só face de uso, o que devemos fazer é determinar que lado estamos a utilizar, de modo a evitar possíveis moléstias ao dormir. Em relação aos colchões com duas faces viscoelásticas e funcionais, desde a Maxcolchon recomendamos dar-lhes a volta a cada três meses, para que possamos maximizar os seus benefícios e assegurar um descanso ótimo.

6. Não o dobrar

Existe uma lista de coisas praticamente proibidas de fazer caso queira manter o seu colchão viscoelástico em boas condições. Não deve saltar sobre ele, nem sobrecarregar o peso, nem sequer dobrar as suas esquinas. Em definitivo, é imprescindível não realizar uma atividade que sobrecarregue mais do que o habitual o seu colchão, já que isso poderia deformar esse mesmo colchão.

7. Escolher o suporte adequado para o seu colchão

Entre estrados, bases revestidas e sommiers, devemos escolher um suporte que complemente o nosso colchão viscoelástico. Neste caso, é necessário que a base do colchão viscoelástico tenha o mesmo tamanho que este, quer seja um estrado, uma base revestida ou um sommier. É que esta é a única forma de assegurar que o suporte do colchão cumpra a sua função de forma adequada.

Além do mais, também é recomendável utilizar uma base que seja da mesma marca que o colchão. Por último, e como recomendação, não é aconselhável sobrecarregar as caixas interiores de um sommier rebatível, já que isso poderia danificar o colchão viscoelástico.

Manutenção dos colchões viscoelásticos

Como é de supor, a manutenção adequada de um colchão viscoelástico ajudará a prolongar a sua vida útil. Mas, além de tudo isso, também nos permite garantir que o próprio colchão continue a proporcionar o suporte e o conforto ideais noite após noite.

Manutenção diária do Colchão Viscoelástico

Como já pudemos ver, o cuidado diário do seu colchão viscoelástico implica assegurar-se de que este esteja corretamente arejado e protegido. Cada manhã, é aconselhável retirar a roupa de cama e permitir que o colchão respire durante, pelo menos, uma hora. Isto ajuda a libertar a humidade acumulada durante a noite, além de manter o material fresco e seco. Além disso, assegure-se de que os lençóis e cobertores estejam limpos e secos antes de voltar a fazer a cama. Este simples passo diário pode ter um impacto significativo na manutenção da qualidade e da higiene do colchão.

Manutenção semanal do Colchão Viscoelástico

Uma vez por semana, é recomendável aspirar a superfície do colchão, de modo a eliminar o pó e outros alérgenos que se possam acumular. Utilize o acessório correto do seu aspirador para o fazer suavemente e assegurar-se de que não vai danificar a estrutura do colchão. Além do mais, se utiliza protetores de colchão, como se sugere, assegure-se de os lavar regularmente, seguindo sempre as instruções do fabricante.

Manutenção anual do Colchão Viscoelástico

Uma vez por ano, devemos realizar uma manutenção que inclua uma inspeção mais detalhada e cuidadosa do que aquela que fazemos no dia-a-dia.

A manutenção anual deve servir-nos para verificar se existem sinais de desgaste e para rodar ou dar a volta ao colchão segundo as recomendações do fabricante. Como já pudemos ver, tanto rodar como dar a volta ao colchão vai-nos ajudar a prevenir a formação de depressões e a assegurar um desgaste uniforme da sua superfície. Além disso, aproveite esta revisão anual para limpar profundamente o colchão, utilizando produtos adequados e que não danifiquem o material viscoelástico nem alterem as suas propriedades. Este é também o momento ideal para avaliar se a base sobre a qual descansa o colchão continua a ser adequada, e se ainda proporciona o suporte necessário para um descanso ótimo.